top of page

Luiz Bolognesi: Como nossos pais

por Melina Guterres, jornalista e roteirista associada a Abra

“Rosa é uma mulher que quer ser perfeita em todas suas obrigações: como profissional, mãe, filha, esposa e amante. Quanto mais tenta acertar, mais tem a sensação de estar errando. Filha de intelectuais dos anos 70 e mãe de duas meninas pré-adolescentes, ela se vê pressionada pelas duas gerações que exigem que ela seja engajada, moderna e onipresente, uma super mulher sem falhas nem vontades próprias. Até que em um almoço de domingo, recebe uma notícia bombástica de sua mãe. A partir desse episódio, Rosa inicia uma redescoberta de si mesma.”

Essa é a sinopse do filme Como nossos pais que levou seis Kikitos no 45º Festival de Cinema de Gramado: melhor filme, direção para Laís Bodanzky, atriz para Maria Ribeiro, ator para Paulo Vilhena, atriz coadjuvante para Clarisse Abujamra e montagem para Rodrigo Menecucci.

Não bastasse, o filme está sendo aclamado pela crítica nacional e internacional.  A diretora Laís Bodanzky assina o roteiro junto com Luiz Bolognesi, roteirista associado a Abra, o filme tem sido chamado de feminista e levantando diversos debates.


Segundo Bolognesi, que fez o primeiro tratamento do filme, o roteiro passou no total por 10 tratamentos, teve alterações na montagem, nasceu da ideia de se falar sobre reuniões de pais na escola.  Ele é leitor de Adélia Prado, Simone Beauvoir, Clarisse Lispector, entre outras autoras, e pai de duas filhas adolescentes. Ele já escreveu diversos personagens femininos e afirma que sempre é um desafio buscar o olhar do outro.

“Laís acrescentou muito ao roteiro ao trazer a opressão que as mulheres passam no trabalho. Acho que conquistamos uma maturidade que mexeu com as pessoas”.

Ainda sobre opressão, ele diz que uma transformação precisa ser construída, lembrando o quanto se elogia os homens quando eles são bons pais, mas esquecem de que “Um homem maravilhoso é apenas uma mulher normal”. Para ele é necessário que mais roteiristas, diretoras ocupem o mercado cinematográfico, espaço que acredita que as mulheres “tem que abrir na porrada”.


Já assistiu o filme? Quer comentar? Não viu? Assista o trailer… Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=-_8t-3PG8Qk

Elenco: Maria Ribeiro, Clarisse Abujamra,Paulo Vilhena, Felipe Rocha, Jorge Mautner, Herson Capri, Sophia Valverde, Annalara Prates, Cazé Peçanha Direção: Laís Bodanzky Roteiro: Laís Bodanzky e Luiz Bolognesi Site: http://www.comonossospaisofilme.com.br/ Page: https://www.facebook.com/comonossospaisofilme/

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Mulheres e gênero no 8M

O COMITÊ DE MULHERES & GÊNERO da ABRA em parceria com a Colabcine promove durante três semanas debates sobre a questão de gênero, narrativas femininas e inteligência artificial na criação audiovisual.

Associadas têm desconto no Rio2C 2023

Pelo segundo ano consecutivo temos 20% de desconto nas entradas Industry ou Creator. Para ter acesso ao seu desconto basta enviar um e-mail para secretaria@abra.art.br e pedir o seu código promocional

bottom of page