top of page

Arrecadação de Direitos Autorais bate recorde no mundo

Vislumbrando o futuro e se preparando para construí-lo

A ideia aqui é começar a debater com regularidade temas e questões ligados ao Direito do Autor. Não apenas aquele direito moral e inalienável, mas também um outro, este quantificável e, sobretudo, merecido.

o DIREITO DO AUTOR pela veiculação de sua obra

Afinal, depois de mais de uma década de esforços de muitos colegas, os roteiristas conseguiram enfim fincar os pilares de um sonho e direito antigos: o de coletar, gerir e distribuir entre os autores os Direitos de Autor oriundos da distribuição pública de suas obras. A GEDAR –Sociedade Gestora de Direitos Autorais de Autores Roteiristas– hoje é uma realidade e o movimento não para que crescer aqui, e em todo o planeta.

No mês de Setembro, durante o encontro do Writers & Directors que aconteceu no Rio, os diretores brasileiros repatriaram centenas de milhares de dólares recolhidos nos países vizinhos, por seus direitos de autor que vagavam no limbo, sem poder ser reclamados. Na mesma ocasião, foi anunciada a disponibilização de 250 mil dólares (através  do recolhimento  de direitos autorais de obras brasileiras exibidas na Argentina) para ser enviado ao Brasil através da GEDAR para roteiristas brasileiros.

Em breve será a vez dos autores-roteiristas. O horizonte promete, mas há ainda muito caminho a ser trilhado: caminho de convencimento e de luta, de informação, pressão, tomada de consciência e negociação.

E para participar dessa jornada, vamos trazer sempre uma peça desse debate, com informações, argumentos e pontos de vista de quem está fazendo essa roda dos Direitos do Autor girar.

Por ora, um pequeno vislumbre do que se pode conquistar, quando começarmos a entender que temos direitos aos nossos diretos.

A Arrecadação de Direitos Autorais no mundo atinge recorde de 8,6 bilhões de euros

Paris, França (publicado em francês no site da Cisac em 22/11/2016)

A Confederação Internacional das Sociedades de Autores e Compositores (Cisac) lançou seu Relatório Global de Arrecadação de 2016, sobre a remuneração dos criadores no ano de 2015. Esta publicação agrega dados financeiros oriundos das 239 sociedades membros da organização, representando mais de 4 milhões de criadores de música, obras audiovisuais, dramáticas e de artes visuais em 123 países. E de acordo com o relatório, a arrecadação de direitos globais em 2015 totalizou mais de 8,6 bilhões de euros, com aumento de 8,9% em relação a 2014.

Leia na íntegra a versão em português publicada no site da UBC, em 25/11.

30 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Mulheres e gênero no 8M

O COMITÊ DE MULHERES & GÊNERO da ABRA em parceria com a Colabcine promove durante três semanas debates sobre a questão de gênero, narrativas femininas e inteligência artificial na criação audiovisual.

Associadas têm desconto no Rio2C 2023

Pelo segundo ano consecutivo temos 20% de desconto nas entradas Industry ou Creator. Para ter acesso ao seu desconto basta enviar um e-mail para secretaria@abra.art.br e pedir o seu código promocional

Comments


bottom of page